quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Primeiras Impressões: "A Qualquer Custo"

O elenco está afinado e ainda bem; está tão bem afinado que por pouco não foi "engolido" pelo extraordinário Jeff Bridges porque, poxa vida, verdade seja dita, o entendimento que Jeff Bridges tem de seu personagem, é tão gritante, que chega a fazer relevo sobre todas as camadas desse filme, igualmente extraordinário. Todo mundo brilha, o filme brilha, mas é inevitável que Jeff dispute na mente da gente pra ser eleito a melhor coisa do filme e o filme não cai nessa minimização justamente por outro grande feito, por essa direção de David Mackenzie, cheia de textura, toda depurada  e "curtida", que é um torpor; e por esse texto certeiro de Taylor Sheridan, que depois de ter escrito "Sicario" parece ter cravado sua marca como roteirista que, aliás, me trouxe a lembrança os roteiros fulminantes de Guillermo Arriaga. E também, a interpretação de Jeff Bridges não "toma" o filme todo, pois, como já dito por mim, o elenco todo está maravilhoso! E que elenco! (Aguarde mais impressões e crítica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário