domingo, 14 de janeiro de 2018

Observações: Lady Bird



Amei essas artes, que estão pipocando por aí, pegando esse bom humor visual do filme de Greta Gerwig, artes que são retiradas do próprio filme. Infelizmente, aqui no Brasil, mesmo quando o filme vira uma sensação, sinto falta dessas brincadeiras por parte das distribuidoras, brincadeiras que a gente acaba fazendo por conta própria.

Sobre Greta Gerwig ~ talentosa, extraordinária, Greta já era um espetáculo antes dos filmes de Noah Baumbach ("O Solteirão""Frances Ha""Mistress  America") exibirem uma "Greta para o mundo". Ela fez sua 1ª aparição aos 23 anos de idade na Tv e também no cinema; no cinema, em 2006, foi no filme "Lol" de Joe Swanberg, que já era um dos cineastas do movimento de cinema independente "Mumblecore", surgido pós anos 2000 com Andrew Bujalski. E não é que Greta caiu como uma luva? Virou a musa do mumblecore e fez vários filmes. "Lady Bird" é o primeiro filme que Greta dirigi sozinha; em 2008 co-dirigiu com Swanberg "Nights and Weekends". Greta também trabalhou com Woody Allen em "Para Roma, Com Amor" e, recentemente, afirmou que não trabalhará mais para o diretor, frente as renovações das acusações de abuso sexual que surgiram contra Woddy Allen. Ela disse que, se soubesse o que sabe agora, não teria trabalhado com ele. É o talento, a honestidade e a transparência de Greta que parecem estar fazendo de "Lady Bird" um dos candidatos mais fortes a saírem vitoriosos da cerimônia do Oscar/2018. Greta é "A" revelação desta temporada. 

Sobre Saoirse Ronan ~ a pronúncia do nome de Saoirse continua um desafio até para ela, pronúncia que fica em algo do tipo "Sãrcha", mas tem "tutoriais" no youtube pra gente fazer a lição de casa. Agora, o que não é um desafio é a convicção de como Saoirse é uma atriz extraordinária. Ela filma desde os 9 anos de idade, mas foi revelada mesmo no arrasador "Desejo e Reparação", com 13 anos de idade, com uma atuação assombrosa e, pela qual, foi indicada ao Oscar (e, particularmente, ainda acho essa atuação sua maior obra-prima). Depois veio uma segunda e boa indicação para ela ao Oscar, por "Brooklyn". Agora, ela que já venceu o Globo de Ouro, caminha para sua terceira indicação ao Oscar, aos 23 anos de idade, com chances, embora pareça que já está decidido ser o ano de Frances McDormand. A verdade é que, em "Lady Bird", Saoirse parece estar tão a vontade e cabendo tanto dentro do papel, que vai ser difícil não se sentir marcado por essa atuação. Em breve será vista em "Mary Queen Of Scots", que também vem chamando a atenção. 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário