domingo, 25 de fevereiro de 2018

No clima do Oscar/2018: 3 é "O" filme



Foto: Reserva Cultural, São Paulo

Assisti "Três Anúncios Para Um Crime" por duas vezes no cinema, em telas imensas, que ficavam pequenas, quando o rosto de Frances McDormand surgia e, sem esforço, ocupava as telas. Na verdade, não era o rosto dela (e não é, porque é essa a intenção do cinema), mas era o rosto de Mildred Hayes, a mulher que teve a filha estuprada e assassinada, e que clama justiça. Eu não precisaria assistir duas vezes, pois na primeira, o rosto dessa mulher me massacrou com a convicção: é este o filme do ano, é este! Aliás, diga-se de passagem, não só o filme do ano, mas num exame que explore camadas para além do filme, camadas que nos aproximem para urgências da perspectiva atual da vida e sociedade, poderemos perceber que o filme possa também ser um dos retratos mais lacerantes da década. "Três Anúncios Para Um Crime" provavelmente, neste momento, já encabeça a safra do cinema que vem expondo a "nova depressão", pós Trump, os retratos desta América, os mosaicos de emoções, dores e resistências, que formam as fraturas expostas e os lamentos de uma era que, quando precisava apenas andar pra frente, parece dar saltos pra trás. Depois do Oscar, chega meu comentário completo e na íntegra sobre "Três Anúncios Para Um Crime", mas, enquanto isso, uma convicção: todos somos Mildred Hayes ❤

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
Youtube: Daniel Serafim Mais Cinema

Hashtags no Instagram:
#TrêsAnúnciosParaUmCrime #ThreeBillboardsOutsideEbbingMissouri #MartinMcDonagh #FrancesMcDormand #SamRockwell #WoodyHarrelson #Oscar #Oscar2018 #GloboDeOuro #GloboDeOuro2018 #MelhorAtriz #BestActress #NoMaisCinemaVocêSabeMais #AGenteSempreQuerMaisDaquiloQueAGenteAma

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário