domingo, 22 de abril de 2018

Nelson Pereira Dos Santos: 89 anos



Dói demais. Ver partir esses pais do Cinema que você ama e que transformou sua vida, vai deixando uma dor indescritível. O Nelson é pai do Cinema brasileiro, seja do novo ou não, ele é pai. Seus filmes, os monumentos que ergueu, "Rio 40 Graus", "Vidas Secas", "Memórias Do Cárcere", além de estabelecerem o marco da contribuição de Nelson ao Cinema brasileiro (que só poderia ser a beleza que é também por causa dele), são de um impacto fatal. Os interesses de Nelson, as vidas para as quais Nelson olhava e trazia para a tela, a descoberta de contra-partida dessas vidas, mostrar o que ninguém mostrava e proteger sua visão com a forma de filmar mais humana que conseguisse, são talentos que hoje nos fazem homenageá-lo ao máximo possível. Fico com as palavras de Cacá Diegues:

"O Nelson inventou a maneira de fazer cinema no Brasil. O cinema moderno brasileiro foi inventado por ele. Ele foi o primeiro a filmar a favela como tema nobre, foi o primeiro a fazer cenas na rua como a gente precisava conhecer. Ele inventou um cinema para o país e o país coube dentro do cinema dele". 

Instagram Oficial: @canaismaiscinema 
YouTube: Mais Cinema Por Daniel Serafim 

A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário